Comissão debate consequências da covid-19 para o mercado de trabalho

Comissão debate consequências da covid-19 para o mercado de trabalho

Nesta quinta-feira (27), a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público realiza debate sobre os efeitos da pandemia de covid-19 sobre os trabalhadores brasileiros por sugestão do pedetista Paulo Ramos (RJ). O deputado afirma que muitas das mudanças relacionadas ao trabalho provocadas pela pandemia vieram para ficar, “e esta Casa Legislativa deve estar preparada para criar a nova legislação necessária à preservação da dignidade do trabalho e dos trabalhadores”.

Paulo Ramos ressalta que o desemprego tem-se mantido elevado no país desde 2016, quando passou dos 10%, e alcançou mais de 14% em 2021. “Esse fato refletiu-se em uma mudança no perfil do trabalhador, cada vez mais vinculado ao mercado informal, mas também no perfil do trabalho formal, que está cada dia mais precarizado”, reflete.

Com essas mudanças, o parlamentar acredita que os trabalhadores do início da terceira década do século 21 assemelham-se cada vez mais a seus antepassados do século 19. “E o advento do surto pandêmico de covid-19 agravou a situação, acelerando ao mesmo tempo a informalização e a precarização do mercado de trabalho”, conclui.

Convidados:
– presidente do Conselho Regional Psicologia, Lourdes Aparecida Machado;
– presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, Sérgio Butka;
– presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, Heleno Araújo;
– diretor vice-presidente Setorial/Regional da Força Sindical do Paraná, Nelson Silva de Souza;
– médico, especialista em Medicina do Trabalho, Zuher Handar;
– representante do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, Patrícia Toledo Platieri.

Plenário 12, às 14 horas.