Proposta obriga aplicativos de relacionamento a financiar ações de prevenção contra Aids

Proposta obriga aplicativos de relacionamento a financiar ações de prevenção contra Aids

Pompeo de Mattos (9)

Tramita na Câmara proposta ( Projeto de Lei 9778/18), do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), que obriga os aplicativos de relacionamentos disponíveis no Brasil a promover ou financiar ações virtuais e presenciais de prevenção e controle da Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Pelo projeto, as campanhas também deverão incluir, por exemplo:
– o incentivo à testagem anti-HIV e outras ISTs;
– o incentivo à vacinação contra o papiloma vírus humano (HPV), hepatite B e outras ISTs;
– o combate à discriminação contra pessoas que vivem com HIV e com outras ISTs;
– a divulgação de métodos de prevenção contra o vírus HIV e outras ISTs.

O descumprimento da medida sujeitará o infrator às seguintes penalidades: advertência; suspensão dos ganhos no País; suspensão do acesso ao aplicativo no País e da venda dele nas lojas de aplicativos.

“O projeto de lei reconhece a importância desses espaços como uma nova forma de as pessoas se relacionarem e percebe a corresponsabilidade dos aplicativos para com a saúde dos seus usuários, além de prever que será possível um diálogo facilitado e com menos tabus”, afirma Pompeo de Mattos.

O parlamentar destaca que proposta “é fruto de trabalho elaborado com a Rede Mundial de Pessoas Vivendo e Convivendo com HIV”.

A proposta será analisada, em caráter conclusivo, pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Ascom Lid./PDT com Ag. Câmara