Projeto de André Figueiredo inclui trabalhadores de lotéricas no grupo prioritário de vacinação

Projeto de André Figueiredo inclui trabalhadores de lotéricas no grupo prioritário de vacinação

O Brasil possui cerca de 70 mil empregados dos mais de 13 mil estabelecimentos lotéricos espalhados pelo país. Pensando nestes trabalhadores, o deputado André Figueiredo (PDT-CE) apresentou o Projeto de Lei 1118/21, para inclui-los no grupo prioritário de vacinação contra o coronavírus.

A proposta altera a Lei 6259, de outubro de 1975, que trata da organização das ações de Vigilância Epidemiológica, sobre o Programa Nacional de Imunizações, para estabelecer normas relativas à notificação compulsória de doenças e incluir os trabalhadores de lotéricas no programa de Vacina contra a COVID-19

Para o deputado, estes profissionais “atendem diariamente milhares de pessoas e manuseiam cédulas, por vezes contaminadas por bactérias e microrganismos, que podem sim, involuntariamente, tornar-se vetor de transmissão do vírus que já ceifou mais de 310 mil vidas no Brasil”.

Ascom Lid./PDT