PDT fecha questão contra proposta do governo de reforma da Previdência

PDT fecha questão contra proposta do governo de reforma da Previdência

Em Convenção Nacional do partido, o PDT decidiu por unanimidade fechar questão contra essa Reforma da Previdência proposta pelo governo e que está sendo discutida no Congresso Nacional. Os pedetistas reunidos, nesta segunda-feira, 18, na sede do partido em Brasília, durante a XXV Convenção Nacional,  que teve como tema uma homenagem aos 100 anos do ex-presidente João Goulart, celebrado no dia 13 de março, também realizaram a eleição do Diretório Nacional. O  presidente da legenda,  Carlos Lupi foi reconduzido ao cargo .

Do Ceará, por meio de um vídeo gravado no momento em que acontecia a Convenção, Ciro Gomes, também reconduzido à vice-presidência nacional do PDT, destacou a atuação da bancada federal pedetista quanto ao posicionamento do partido em relação às propostas do governo, sobretudo à reforma da Providência, e informou que tem percorrido o Brasil, mobilizando a militância, sobretudo os jovens, quanto à oposição crítica realizada pela legenda.

Ciro frisou a importância de se descentralizar o debate da reforma, atualmente restrita à Brasília, e levar a discussão para todo o Brasil, estimulando a discussão nas Assembleias Legislativas, Câmaras Municipais e nas organizações de classe, como policiais e professores. “Essa é a tarefa: aprofundar o debate; pedir que se esclareçam as dúvidas, pedir que não se faça uma reforma da Previdência pesando em cima dos mais pobres e observando todos os privilégios”, alertou Ciro.

O deputado André Figueiredo, líder do PDT na Câmara, reiterou que o momento é de luta contra a Reforma da Previdência.  André, que também foi reeleito 1º vice-presidente nacional do partido, afirmou que a reforma do governo, além não acaba com privilégios, prejudica diretamente a classe trabalhadora. “Um professor que ganha hoje em torno de R$ 2.300 reais vai se aposentar com pouco mais de R$ 1.300. Isso é uma perversidade. Além disso estão querendo acabar com o emprego formal com essa nova modalidade de carteira de trabalho verde e amarela”, disse.

André Figueiredo também lembrou do prejuízo da MP 873, uma manobra que o governo faz para fragilizar os movimentos sindicais enfraquecendo a mobilização contra a Reforma da Previdência. O presidente do PDT, Carlos Lupi, ressaltou também que o governo federal engana a população. “Nós temos que ter lado, posição e somos contra essa reforma. Essa medida é a destruição da base do trabalhador”, concluiu.

Também visando a democratização do debate político, Lupi anunciou o lançamento da plataforma PDT Digital, ferramenta que tem como objetivo aproximar o cidadão brasileiro do partido, como um estímulo à interação por meio de um canal direto de comunicação, 100% online, como o procedimento de filiação à legenda. “Nós temos que entrar na era digital. Nós temos que fazer essa comunicação com o povo brasileiro e alertá-lo (povo) quanto ao que está sendo feito no Brasil”, disse Lupi, sobre a nova ferramenta de comunicação do partido.

Confira abaixo a composição da Executiva Nacional eleita.

Presidente – Carlos Roberto Lupi
Vice-presidente – André Peixoto Figueiredo Lima
Vice-presidente – Ciro Ferreira Gomes
Vice- presidente – Miguelina Paiva Vecchio
Secretário – Manuel Dias
Secretário Adjunto – Andre Roberto Menegotto
Tesoureiro – Marcelo de Oliveira Panella
Consultora Jurídica – Mara de Fátima Hofans
Sec. de Relações Internacionais – Juliana Brizola
Sec. Adjunto de Relações Internacionais – Márcio Ferreira Bins Ely
Vogal – Sirley Soares Soalheiro
Vogal – Marli Rosa de Mendonça
Líder no Senado Federal – Weverton Rocha Marques de Sousa
Líder na Câmara Federal – André Peixoto Figueiredo Lima
Vice-presidente Regional Sul – Jairo Jorge da Silva
Vice-presidente Regional Sudeste – Antônio Sérgio Alves Vidigal
Vice-presidente Regional Centro-Oeste – Dagoberto Nogueira Filho
Vice-presidente Regional Nordeste – Ronaldo Augusto Lessa Santos
Vice-presidente Regional Norte – Antônio Waldez Góes da Silva
Vice-presidente de Relações Institucionais – Ana Lígia Costa Feliciano
Vice-presidente de Relações Parlamentares – Antônio Fernandes dos Santos Neto
Secretário Nacional de Finanças – Eduardo Martins Pereira
Secretário Nacional de Divulgação e Propaganda – Kariadine de Maria Nascimento Pacheco
Secretário Nacional de Assuntos de Organização – Salete Beatriz Roszkowski
Secretário Nacional de Assuntos Jurídicos – Trajano Ricardo Monteiro Ribeiro
Secretário Nacional de Assuntos Econômicos – Everton da Conceição Gomes