PDT defende direitos humanos no congresso da IS

PDT defende direitos humanos no congresso da IS

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, foi eleito na noite de desta quinta-feira(02/03), um dos vice-presidentes da Internacional Socialista (IS), durante o 25º Congresso da organização, realizado em Cartagena, na Colômbia.

Vieira da Cunha se despediu da vice-presidência da IS, agradecendo, em nome do Brasil, a solidariedade do povo colombiano no acidente que vitimou a equipe do Chapecoense, além de reforçar a continuidade na luta pelos ideais socialistas. George Papandreou e Luis Ayala foram reconduzidos à presidência e à secretaria-geral da entidade, respectivamente. O deputado André Figueiredo participa do Congresso e dos debates que acontecem até esta sexta-feira na histórica cidade colombiana.

Para Carlos Lupi, é necessária nessa nova fase da Internacional Socialista uma reflexão do movimento que acontece em todo mundo de avanços das forças conservadoras. “Precisamos refletir sobre a construção de muros numa sociedade que é preciso derrubar os muros da discriminação que afastam os refugiados e as mulheres. Esse foi o papel da Internacional em 25 anos de existência, na vanguarda quando se veem ameaçados os direitos humanos e quando as ditaduras tentaram se impor”, lembrou.

Segundo o dirigente pedetista, é preciso ousadia para honrar a história e o legado da Internacional. “A direta cresce no mundo e o capital continua guiando as disputas sem olhar o ser humano como prioridade absoluta. Essa é a diferença do sociais democratas. Não podemos nos calar frente àqueles que querem fazer do seu poder o massacre dos fracos e oprimidos. Só quero a reflexão: pensar numa sociedade justa e fraterna e uma sociedade onde todos têm o direito a ser feliz”, disse.

Ascom lid/PDT com assessoria deputado