Parecer de Flávia Morais sobre maternidade atípica é aprovado na Comissão de Defesa e Direitos da Mulher

Parecer de Flávia Morais sobre maternidade atípica é aprovado na Comissão de Defesa e Direitos da Mulher

O Projeto de lei 2859/20, que institui a Semana Nacional da Maternidade Atípica, recebeu parecer favorável da deputada Flávia Morais (PDT-GO). o relatório foi aprovado nesta quarta-feira (3), na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. Maternidade atípica é um termo que tenta chamar a atenção da sociedade para as necessidades da mulher que cuida de pessoas com deficiência.

A data será comemorada anualmente na terceira semana de maio e terá como objetivo estimular políticas públicas às mulheres que experimentam a maternidade atípica, sobretudo políticas em saúde mental; promover debates e outros eventos; e apoiar as atividades organizadas e desenvolvidas pela sociedade civil a favor das mulheres que experimentam a maternidade atípica.

Para Flávia Morais, essas mães, além de lutar para terem suas maternidades desromantizadas, precisam lidar com preconceito, crises, dores, cuidado extra e com a exclusão da sociedade, tanto delas como de seus filhos. O cansaço e a sobrecarga estão presentes no cotidiano destas mães”, justificou.

Ascom Lid./PDT