Duda Salabert vai acionar o Conselho de Ética sobre fala racista de deputado pefelista

Duda Salabert vai acionar o Conselho de Ética sobre fala racista de deputado pefelista

Repercutiu mal entre os congressistas a fala do pefelista, deputado Gustavo Gayer (GO), ao afirmar, em um podcast veiculado na última sexta, 23, que o continente africano possui ditaduras por conta do baixo QI da população, e que “o Brasil vai no mesmo caminho”.

Em contrapartida, a deputada pelo PDT mineiro Duda Salabert disse que vai provocar o Conselho de Ética da Câmara e abrir um processo com pedido de cassação do   mandato do parlamentar por racismo. O deputado já é alvo de outras representações no colegiado. “A Câmara não pode ser espaço para racista! Deveria ser preso além de perder o mandato”, disse Duda em uma rede social.  

A deputada Tábata Amaral (PSB-SP), que também deve assinar o pedido de cassação de Gayer, afirmou que o parlamentar propagou um preconceito racial “escancarado” e cobrou providências do Legislativo: “Chega do Congresso ser tolerante com falas criminosas e preconceituosas.

Em resposta às deputadas, Gustavo Gayer publicou um vídeo dizendo que a frase dele foi tirada de contexto, e que o QI dos países africanos seria menor que outros por conta da subnutrição, “que afetaria a educação e o conhecimento” e seria espalhada de forma proposital pelos ditadores.

Ascom Lid./PDT