Comissão que acompanha investigação da morte de João Alberto define agenda de trabalhos em Porto Alegre

Comissão que acompanha investigação da morte de João Alberto define agenda de trabalhos em Porto Alegre

A pedido do coordenador, deputado Damião Feliciano (PDT-PB), a comissão externa que acompanha a investigação do assassinato de João Alberto Silveira Freitas em unidade do Carrefour em Porto Alegre (RS) definiu nesta sexta-feira (27) o roteiro de diligências a serem realizadas na capital gaúcha. O plano de trabalho inclui audiências com o governador do estado, Eduardo Leite, o secretário de Segurança Pública, Randolfo Vieira Júnior, a chefe da Polícia Civil, delegada Nadine Tagliari Farias Anflor, e o comandante da Polícia Militar, coronel Rodrigo Mohr Picon.

Há ainda reuniões previstas com vereadores negros de Porto Alegre, familiares de João Alberto e representantes de movimentos de defesa dos direitos humanos. Os deputados também vão debater o assunto com o procurador-geral do Ministério Público do Rio Grande do Sul, Fabiano Dallazen, o superintendente regional da Polícia Federal no estado, José Antônio Dornelles de Oliveira, o desembargador do Tribunal de Justiça, Voltaire de Lima Moraes e o presidente do Grupo do Carrefour no Brasil, Noel Prioux.

Em princípio, as atividades vão ocorrer nos dias 30 de novembro, primeiro e dois de dezembro.

Criada no dia 23 pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a pedido de Feliciano, a comissão tem como integrantes, além do coordenador, os deputados Benedita da Silva (PT-RJ), Bira do Pindaré (PSB-MA), Silvia Cristina (PDT-RO), Áurea Carolina (Psol-MG) e Orlando Silva (PCdoB-SP).