Comissão de Esportes aprova aviso sobre males dos anabolizantes em academias

Comissão de Esportes aprova aviso sobre males dos anabolizantes em academias

A Comissão do Esporte aprovou nesta terça-feira (5) texto da deputada Flávia Morais (PDT-GO) que obriga locais de prática de atividades físicas, como academias de musculação e crossfit, a divulgarem informações sobre os males causados por anabolizantes. Em seu substitutivo, a relatora agrupou sugestões dos PLs 1236/20, do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), e 250/21, do deputado Roberto Lucena (pode-SP).

Pela proposta aprovada, os locais de prática de atividades esportivas devem exibir cartazes com dimensões mínimas de 0,80 cm x 0,50 cm, legíveis e em local visível a todos os usuários. Se contarem com mais de um andar, os avisos devem ser fixados em todos eles.

Estabelecimentos que descumprir a regra ficarão sujeitos à multa diária de R$ 1 mil, conforme o projeto.

Flávia Morais diz concordar inteiramente com as justificativas apresentadas por Alexandre Frota ao apresentar seu texto. Segundo argumenta o deputado, o uso de anabolizantes gera efeitos colaterais como aumento de acnes, queda do cabelo, distúrbios da função do fígado, e até tumores, além de explosões de ira ou comportamento agressivo, paranoia, alucinações e psicoses. Outros malefícios seriam coágulos, retenção de líquido e aumento da pressão arterial.

“Usuários de anabolizantes injetáveis que não contam com condições de higiene adequadas ou compartilham agulhas podem também adquirir infecções virais, como o HIV e as hepatites B e C”, ressalta ainda a relatora.