Sexto Congresso Nacional do PDT consolida diretrizes dos grupos de trabalho

Sexto Congresso Nacional do PDT consolida diretrizes dos grupos de trabalho

O 6º Congresso Nacional do PDT encerrou-se, no sábado (25), com compromisso do partido com os princípios trabalhistas e com a luta por um Brasil capaz de atender todo cidadão. O evento reuniu pedetistas de todo o Brasil na sede nacional do partido, em Brasília e foi pautado por debates e formulação de diretrizes fundamentais para o futuro do partido.

O ministro da Previdência Social e presidente licenciado do PDT, Carlos Lupi, deu início ao último dia com a apresentação de alterações estatutárias essenciais. “Desde o último Congresso, tivemos várias evoluções da legislação eleitoral e estamos fazendo adaptações com nosso jurídico e em diálogo com o TSE”, declarou Lupi. As mudanças, que abordam questões de fidelidade partidária e intervenção, foram submetidas à votação e aprovadas por unanimidade pelo plenário.

Os coordenadores dos Grupos de Trabalho (GTs) também tiveram um papel fundamental no fechamento do Congresso. Eles apresentaram as conclusões dos debates e propostas que nortearão a atuação do partido nas principais áreas de interesse. Cada GT trouxe contribuições valiosas para a construção de um Brasil mais justo e igualitário.

No GT de Trabalho, Empregabilidade e Renda, coordenado por Antônio Neto, o foco foi a modernização das relações trabalhistas. Neto enfatizou a necessidade de empoderar os trabalhadores com tecnologia e cursos técnicos. “Chega do CINE financiar feitura de bolo, manicure, cabeleireira. É hora de dar a tecnologia da informação e cursos técnicos necessários para a grande virada que o Brasil possa dar nos próximos anos”, afirmou Neto.

O GT de Educação Integral e Inclusiva, liderado por André Stabile, propôs a atualização e expansão do projeto dos CIEPs. Stabile destacou a importância de uma educação de qualidade para enfrentar as múltiplas crises do país. “Temos uma crise profunda no modelo econômico, no sistema de governança política, na geração de empregos e renda, e na ética e moral. Se achamos que é possível superar essas crises sem dar educação de máxima qualidade para todos, estamos enganados”, ressaltou Stabile.

O deputado estadual do Paraná e pré-candidato a prefeito de Curitiba, Goura Nataraj, coordenador do GT de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Crise Climática, destacou a urgência de uma mudança radical no modelo de produção e consumo. “A soberania nacional e a sustentabilidade, o modelo de produção e consumo no qual vivemos precisa mudar para uma lógica que seja ecocentrada e não mais apenas nos seres humanos”, declarou.

Goura enfatizou que o Trabalhismo tem um papel crucial na confrontação das crises atuais. “O Trabalhismo tem o dever de confrontar esse rumo e retomar o protagonismo e a vanguarda que nos são de direito. Sempre fomos a ideologia que compreendeu a questão ambiental a partir de uma visão muito mais complexa e soberana”, completou o deputado.

“Nós vamos montar aqui, através do presidente da Fundação e secretário-geral, Manoel Dias, um grupo que vai sistematizar, organizar, para depois divulgar [o relatório unificado]. Isso vai servir como plataforma orientadora para os nossos candidatos em todo o Brasil”, informou Carlos Lupi.

 Mais um legado trabalhista foi construído

O Congresso Nacional do PDT reafirmou o compromisso do partido com os princípios trabalhistas e com a luta por um Brasil capaz de atender todo cidadão. As discussões e decisões tomadas nos últimos dias fortalecem a identidade do partido e preparam a legenda para enfrentar os desafios futuros com determinação e unidade.

As atividades do Congresso foram transmitidas ao vivo, permitindo que pedetistas de todo o Brasil acompanhassem e participassem dos debates. O modelo híbrido de reuniões, presenciais e online, garantiu a contribuição de muitos militantes, especialmente do Rio Grande do Sul, região historicamente importante para o partido.

O 6º Congresso Nacional do PDT foi mais do que um encontro partidário. Foi um momento de reflexão, renovação e reafirmação dos valores que norteiam a legenda. O legado trabalhista, a luta pela democracia e a busca por justiça social foram os pilares que sustentaram cada debate e cada decisão tomada durante o evento.

O PDT sai deste Congresso mais forte e preparado para continuar sua missão de transformar o Brasil em uma nação onde todos tenham voz e vez.

Ascom Lid./PDT com PDT Nacional