Sérgio Vidigal vai apresentar novo texto à CPI do BNDES

Sérgio Vidigal vai apresentar novo texto à CPI do BNDES

O deputado Sergio Vidigal (PDT-ES) pediu vistas ao relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga possíveis irregularidades no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele afirmou que vai apresentar um voto em separado no prazo concedido pelo colegiado, de 24h.

O relatório propõe mudanças legislativas e na gestão do banco, como prioridade no financiamento de pesquisas tecnológicas por micro e pequenas empresas e o veto a empréstimos a empresas que tiveram consultoria de políticos ou parentes  de dirigentes de bancos.

Segundo Vidigal, “pela contextualização do relatório a impressão que se passava é de que a conclusão ocorreria de forma diferenciada. Até porque todos nós temos consciência do atraso no envio de documentos por parte do BNDES e do Tribunal de Contas da União a esta Comissão”, ressaltou Vidigal durante a leitura do relatório final da CPI.

O pedetista defende a prorrogação e a continuidade dos trabalhos da CPI para que todos os documentos sejam analisados. No total foram apresentados 421 requerimentos. 205 deles foram aprovados mas 216 não foram sequer votados. Dos aprovados, 30 pedidos não foram atendidos. “Precisamos de um tempo maior para conclusão dos trabalhos”, afirmou Sergio Vidigal.

Os trabalhos da comissão foram prorrogados até a próxima quinta-feira (18) para que o parecer do relator seja votado.

 

Ascom Lid./PDT com Assessoria do deputado.