Artigo: Previdência dos militares: O IPSM vale uma guerra!

Artigo: Previdência dos militares: O IPSM vale uma guerra!

Defender a previdência dos militares deve ser prioridade máxima dos policiais e bombeiros militares de Minas Gerais, nesse momento. Junto com a reivindicação pela volta do pagamento do quinto dia útil, da recomposição das perdas salariais, que já somam mais de 11% desde abril, e, junto com a reivindicação pela manutenção de nossas conquistas, devemos estar atentos e alertas para a proposta que se desenha no plano nacional da reforma previdenciária, que com certeza terá impactos em Minas Gerais ou deverá pelo menos levar o governo a discutir também a nossa previdência.

Como sempre defendi, entendo que nós, policiais e bombeiros militares, temos que atualizar a nossa legislação de forma a garantir o que temos, lembrando que o que temos é na condição de militar, mas que não basta ser militar para ter o que temos. Nós precisamos garantir em uma legislação os nossos direitos, seja do ponto de vista previdenciário, de pensão e de saúde.

Não podemos perder de vista que temos que manter esse padrão de política remuneratória, seja no sentido da recomposição das perdas inflacionárias, no sentido da garantia da paridade, da integralidade e da pensão.

Por isso, vamos nos preparar para a luta, pois para defender nossa previdência vale uma guerra.

Um abraço a todos! Sem Luta Não há Conquista.

 

Artigo do deputado Subtenente Gonzaga