Pompeo de Mattos propõe criação de programa de atenção e orientação às mães atípicas

Pompeo de Mattos propõe criação de programa de atenção e orientação às mães atípicas

Dep. Pompeo de Mattos (PDT-RS)

O deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) apresentou à Câmara dos Deputados projeto de lei (PL 3124/23) que institui o Programa de Atenção e Orientação às Mães Atípicas “Cuidando de Quem Cuida”. O objetivo é oferecer orientação psicossocial e apoio por meio de serviços, proteção, acompanhamento psicológico e terapêutico, atenção à saúde integral, informações e formação para fins de fortalecimento e de valorização na sociedade das mulheres e/ou cuidadoras responsáveis pela criação de filhos que necessitem de cuidados específicos para pessoas com deficiência, síndromes, transtornos, doenças raras, TDAH, TDA e dislexia, entre outros.

O projeto visa, também, a partir da empatia, entender os sentimentos e as emoções, objetivando ampliar a rede de proteção e de acolhimento.

Um estudo feito com famílias norte-americanas e divulgado no “Journal of Autism and Developmental Disorders” mostrou que o nível de estresse em mães de pessoas com autismo assemelha-se ao estresse crônico apresentado por soldados combatentes de guerra. Para o autor da proposição, o grande desafio para essas mães não é a deficiência do filho, e sim uma série de abandonos pelos quais elas passam, que vêm de todos os lados: da família, da sociedade e do Estado.

“As mães atípicas são incrivelmente resilientes. Elas aprendem a lidar com a incerteza e a complexidade de suas situações e se tornam especialistas em seus filhos e em suas condições. A sociedade precisa reconhecer as dificuldades e os desafios únicos enfrentados por cada mãe atípica”, defende Pompeo de Mattos.

Ascom Lid. / PDT