Planalto sanciona piso salarial da enfermagem

Planalto sanciona piso salarial da enfermagem

Apoiado pela bancada pedetista no Congresso Nacional, o piso salarial da enfermagem foi sancionado, com veto, e virou lei, nesta quinta-feira (4). A norma fixa pisos salariais para enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras em todo o país.

O texto aprovado pela Câmara e pelo Senado garante aos enfermeiros R$ 4.750. Esse valor será a referência para o cálculo dos vencimentos de técnicos (70%) e auxiliares de enfermagem (50%) e das parteiras (50%).

Já os técnicos de enfermagem receberão R$ 3.325 enquanto os auxiliares e parteiras terão um vencimento de R$ 2.375. Os novos valores entram em vigor imediatamente após a publicação no Diário Oficial da União. Mas estão mantidos os salários superiores ao do piso da categoria, que precisou de uma mudança na Constituição para estabelecer que uma lei federal definiria os valores.

O presidente Jair Bolsonaro vetou o reajuste anual do piso salarial da categoria com base na inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor, o INPC. O veto ainda será analisado pelos congressistas

Ascom Lid./PDT com Ag. Senado