PDT indica integrantes para comissão especial da reforma da Previdência

PDT indica integrantes para comissão especial da reforma da Previdência

Foi instalada esta semana a Comissão Especial que vai analisar a reforma da Previdência (PEC 6/19). Formada por 49 membros titulares e igual número de suplentes,  o colegiado terá entre os integrantes 4 deputados indicados pelo PDT: como titulares, André Figueiredo (CE), e Mauro Benevides (CE); e, na condição de suplente,  Paulo Ramos (RJ) e Fábio Henrique (SE).

O líder do pedetista, André Figueiredo, asseverou que o partido continuará na luta para debater e questionar todos os pontos dessa proposta do Governo Bolsonaro que, além de não acabar com privilégios, pretende retirar direitos de quem já não tem.

O presidente do colegiado, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), marcou reuniões para terça-feira (30), para definir um calendário para os trabalhos da comissão.  Existe ainda a previsão de uma reunião, com o relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) e líderes partidários,além  de equipe técnica do governo para definir o cronograma de trabalhos. Com prazo de até 40 sessões do Plenário para funcionar,  a comissão especial já tem reunião ordinária marcada para o dia 7 de maio, às 14h30, com pauta ainda não definida.

Na terça-feira (23), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou a constitucionalidade da proposta, depois de muita resistência dos partidos de oposição. Deputados do PDT, partido contrário ao texto apresentado pelo governo,  asseguram que a luta para barrar a proposta continuará na comissão especial. “O PDT seguirá na resistência a essa reforma que ataca a ordem social e só atende a interesses do mercado”, sustentou o deputado Afonso Motta durante a votação na Comissão de Constituição e Justiça.