Max Lemos apresenta projeto para regulamentar o alpinismo industrial

Max Lemos apresenta projeto para regulamentar o alpinismo industrial

Proposta para regulamentar a profissão de alpinismo industrial vai ser analisada pelos parlamentares na Câmara dos Deputados. O projeto de lei (PL) 4911/23 que trata do tema é de autoria do pedetista Max Lemos, do Estado do Rio de Janeiro.

Alpinismo industrial é a atividade de acesso a locais em altura, realizada por profissionais devidamente capacitados, para executar trabalhos diversos, como inspeções, manutenção, instalação, reparos, e outras atividades correlatas, em estruturas e superfícies verticais ou inclinadas.

Para ser um alpinista industrial, o indivíduo deverá ser formado na área, com certificado reconhecido por órgão competente que ateste a qualificação necessária para realizar a tarefa. O profissional deverá, ainda, possuir seguro de acidentes pessoais e responsabilidade civil que cubra as atividades de alpinismo industrial.

O texto da proposta define como alpinista industrial os empregados que exploram, perfuram, produzem e refinam petróleo; o trabalham na industrialização do xisto; e os empregados na indústria petroquímica e transporte de petróleo e seus derivados por meio de dutos.

“O Brasil é o segundo país em números de profissionais de acesso por cordas registrados nas associações, ficando atrás somente da pioneira Inglaterra, somando mais de 27.000 profissionais de acesso por cordas qualificados em todo território nacional, entre outros profissionais do ramo que não são registrados. Ressalta-se que esses profissionais são responsáveis técnicos pela execução de obras e manutenção, e como tal, necessitam que tenham o reconhecimento devido”, justifica Max Lemos

Ascom Lid./PDT