Leo Prates é homenageado pelo Conselho Estadual de Saúde baiano por trabalho durante a pandemia

Leo Prates é homenageado pelo Conselho Estadual de Saúde baiano por trabalho durante a pandemia

O deputado Leo Prates (PDT-BA) foi homenageado pelo Conselho Estadual de Saúde da Bahia com o Prêmio Construtores do SUS, durante a 11ª Conferência Estadual de Saúde, realizada nesta segunda-feira (5), em Salvador. A honraria concedida a Prates pelo trabalho desempenhado à frente da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador marcou o reconhecimento dos esforços empenhados pelo gestor no fortalecimento do Sistema Único de Saúde da capital baiana, que, durante a pandemia da Covid-19, se tornou referência nacional no enfrentamento da crise sanitária.

Após receber o prêmio, Prates relembrou os desafios que enfrentou enquanto secretário de saúde de Salvador, e destacou a importância do Sistema Único de Saúde para o Brasil. “Hoje me sinto extremamente honrado por receber esse reconhecimento de uma instituição como o Conselho Estadual de Saúde, com quem sempre fiz questão de manter diálogo e trabalhar de maneira conjunta”, disse. “Não tenho dúvidas de que a Secretaria de Saúde foi o maior desafio que enfrentei em 20 anos de vida pública, e muito me orgulha ser reconhecido como alguém que contribuiu com o fortalecimento de um mecanismo tão importante como o SUS, que, apesar dos seus obstáculos, garante que todo cidadão, sem discriminação, tenha o acesso à saúde garantido”, completou.

Gestão


Ao assumir o cargo de secretário da SMS, em 2019, Leo Prates buscou aproximar a gestão da população, conhecendo os problemas enfrentados, as dificuldades dos profissionais da área e a melhor forma de tornar a estrutura do sistema municipal de saúde eficiente. Além de lidar com os problemas sanitários diários, Prates esteve à frente da luta contra a covid-19. Através do esforço coletivo, com investimento em equipe técnica formada por profissionais qualificados, sua gestão conseguiu transformar Salvador em uma referência no enfrentamento da pandemia no Brasil.

A resposta rápida à situação pandêmica garantiu a aplicação da vacina, a instalação de mais de 200 mil leitos de UTI, hospitais de campanha, gripários e unidades básicas, além de inovações como o vacinômetro e o drive thru vacinal.

Durante a gestão de Prates, Salvador vivenciou uma das maiores expansões da atenção básica à saúde. Foram entregues 31 novas unidades, elevando a cobertura à marca de 56,6%. Onze novos postos de saúde foram construídos, com equipes e serviços completos, e foi inaugurada a maior UPA do Norte/Nordeste.

Ao reforçar o investimento em ações educativas, mapear locais com rumores de surtos e intensificar a aplicação de inseticidas, Salvador registrou os menores registros de atividades de Aedes aegypti dos últimos 16 anos. Com isso, houve uma redução considerável nos casos de dengue, zika e chikungunya na cidade.

Ascom Lid. / PDT com assessoria do deputado