Comissão debaterá situação dos trabalhadores lesionados

Comissão debaterá situação dos trabalhadores lesionados

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, vai debater, nesta quarta-feira (4/10), às 15 horas, no plenário 13 das comissões, a situação dos trabalhadores lesionados que aguardam perícia que julga a recuperação da capacidade de trabalho do segurado.

Para o deputado Assis do Couto (PDT-PR), que solicitou a audiência pública, os trabalhadores lesionados se encontram em situação delicada, agravada com a chamada “alta programada”, procedimento adotado pelas perícias de revisão dos benefícios.

“Atualmente, só na cidade de Curitiba, estima-se que existam cerca 115 mil trabalhadores lesionados com alta da previdência social sem serem reabilitados”, exemplificou. “Assim, a realização desta audiência pública visa debater sobre o tema, para que seja estudada a possibilidade de propositura de um projeto de reabilitação profissional aos trabalhadores lesionados”, disse.

Foram convidados:
– o diretor do Departamento Nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi), Robson Braga de Andrade;
– a representante da Unidade de Educação Profissional e Tecnológica do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Adriana Barufaldi;
– o presidente da Associação em Defesa dos Lesionados no Trabalho (ADLT), Paulo Francisco Coelho Soares;
– o vice- presidente da Associação em Defesa dos Lesionados no Trabalho, Fábio Antônio da Silva; e
– representantes da Secretaria da Previdência do Ministério da Fazenda e do Ministério do Trabalho.

Ascom Lid./PDT