Comissão debate retorno seguro às aulas e vacina para profissionais da Educação

Comissão debate retorno seguro às aulas e vacina para profissionais da Educação

Nesta segunda-feira (29), a Comissão de Educação debate o retorno seguro às aulas, a vacinação dos profissionais da educação e os riscos para a comunidade escolar na pandemia. De acordo com os deputados que pediram a discussão, entre eles Idilvan Alencar (PDT-CE), estudos apontam que a escola é “importante local de transmissão do coronavírus”, daí a necessidade de discutir a prioridade para profissionais do setor na vacinação.

Segundo os autores do requerimento, estudo realizado no Reino Unido, apontou que escolas representam locais de transmissão do vírus mais importantes que os hospitais. “Relatórios da Public Health England, agência governamental de saúde pública britânica, mostrou que 26,5% dos surtos de infecção entre outubro e dezembro de 2020 tiveram ligação com escolas e instituições educacionais, enquanto apenas 8% ocorreram em hospitais”, afirmam.

Participantes:
– o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (NTE), Heleno Araújo;
– o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Martins Garcia;
– o secretário de Educação do Estado da Bahia e representante do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Jerônimo Rodrigues;
– a deputada estadual em Santa Catarina e representante do Fórum de Parlamentares das Comissões de Educação das Assembleias Legislativas, Luciane Carminatti;
– a presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Rosana Barroso;
– o representante da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Ethel Maciel;
– o presidente da Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen), José Ferreira de Castro.

Plenário 13, às 09 horas.