Comissão de Mobilidade Urbana realiza audiência proposta por Sérgio Vidigal

Comissão de Mobilidade Urbana realiza audiência proposta por Sérgio Vidigal

A Comissão Especial Política de Mobilidade Urbana (PL 4881/12) promove debate com especialista no assunto nesta terça-feira (28), a pedido do pedetista Sérgio Vidigal (ES). Para o deputado, o aumento do uso de automóvel individual e a falta de políticas públicas afetam “gravemente” a mobilidade nas cidades, que se tornam, então, um dos fatores centrais da perda de qualidade de vida nos grandes centros urbanos.

Vidigal cita estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), segundo o qual, desde a década de 90, o uso do transporte individual quase triplicou. Ao mesmo tempo sistemas de ônibus urbanos, que atendem 90% da demanda por transporte público, perderam cerca de 25% dos usuários, conforme afirma.

Na opinião do parlamentar, esse fato decorre do estímulo ao transporte individual. A mesma pesquisa do Ipea apontou, segundo ele, que as tarifas de ônibus foram reajustas acima da inflação nos últimos quinze anos, enquanto os principais itens associados ao transporte privado tiveram crescimento real negativo.

Como consequência, de acordo com Sérgio Vidigal, há impacto sobre o orçamento da população mais pobre, dependente de transporte público, além do crescimento dos acidentes de trânsito. “O Ipea estimou em cerca de R$ 40 bilhões os custos com acidentes nas rodovias brasileiras e cerca de R$ 10 bilhões nos aglomerados urbanos”, relata.

Convidados:
– superintendente nacional de Produtos PJ Pública e Judiciário da Caixa Econômica Federal, Mario Augusto Pereira de Oliveira Junior;
– pesquisador do Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea), Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho;
– superintendente da Área de Governo e Relacionamento Institucional do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Pedro Bruno Barros de Souza;
– chefe do Departamento de Mobilidade Urbana e Logística do BNDES, Rafael Coutinho Quaresma Pimentel;
– especialista em Transporte do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Karisa Ribeiro.

Plenário 3, às 14 horas.

Ascom Lid/PDT