Comissão de Cultura debate projeto de Chico D’Angelo que institui Dia Nacional da Mulher Sambista

Comissão de Cultura debate projeto de Chico D’Angelo que institui Dia Nacional da Mulher Sambista

Nesta terça-feira (17), a Comissão de Cultura discute a instituição do Dia Nacional da Mulher Sambista, prevista no Projeto de Lei 2517/21, do deputado Chico D’Angelo (PDT-RJ), também autor do requerimento para a realização do debate. Pela proposta, a data será celebrada anualmente no dia 13 de abril, aniversário da cantora, compositora e instrumentista Yvonne Lara da Costa, “a rainha e primeira-dama do samba”, conforme o autor.

Segundo Chico D’Angelo, além de homenagear Dona Ivone Lara, o Dia Nacional da Mulher Sambista tem a finalidade de dar visibilidade às mulheres do samba. “É preciso destacar o papel de protagonista e reconhecer a importância das mulheres na constituição deste gênero musical, uma das principais manifestações culturais populares brasileiras”, sustenta.

O deputado acrescenta que “a história desta construção musical, cultural, de resistência e de luta, que o samba representa, não seria a mesma sem as mulheres”. Dentre os grandes nomes do gênero, o parlamentar cita Tereza Cristina, Clementina de Jesus, Leci Brandão, Quitéria Chagas, Jovelina Pérola Negra, Dorina, Tia Ciata e “tantas sambistas que cantam, sambam, são instrumentistas e compõem”.

Convidadas:
– artista e sambista Adriana Gomes da Silva;
– representante da Escola de Samba Império Serrano Quitéria Chagas;
– cantora e compositora Teresa Cristina;
– representante das Mulheres Compositoras Thayssa Menezes.

Plenário 8, às 14 horas.