Comissão aprova projeto de Eduardo Bismarck que fixa piso salarial para secretários escolares

Comissão aprova projeto de Eduardo Bismarck que fixa piso salarial para secretários escolares

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou, nesta quarta (6/7), o Projeto de Lei 3817/20, do deputado Eduardo Bismarck (PDT-CE), para instituir o piso salarial dos secretários escolares no valor de R$ 1.821,70 mensais. O projeto segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Pelo texto aprovado, os valores remuneratórios iniciais referentes às demais jornadas de trabalho serão, no mínimo, proporcionais ao valor proposto. Além disso, o piso salarial profissional do país para os secretários escolares da educação básica será atualizado, anualmente, no mês de janeiro.

O parlamentar comemorou o avanço da pauta, acompanhada pelo mandato desde o início. “É uma questão de valorização e reconhecimento para esses profissionais tão importantes no desenvolvimento do ensino brasileiro. É justo e necessário que tenham direito a um piso digno. Estou muito feliz e sei que toda a categoria comemora essa conquista”, defende.

Ascom Lid./PDT com assessoria do deputado.