Chico D´Ângelo critica decisão do governo Bolsonaro de cancelar conferencia nacional dos direitos da pessoa idosa

Chico D´Ângelo critica decisão do governo Bolsonaro de cancelar conferencia nacional dos direitos da pessoa idosa

O deputado Chico D´Ângelo (PDT-RJ), em uma das suas redes sociais teceu, na quinta-feira (8), duras críticas à nota oficial do Secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antonio Fernandes Toninho Costa, enviada aos Conselhos Estaduais da Pessoa Idosa.

No documento, o secretário do governo Bolsonaro descumpre o Decreto 9.620, de dezembro de 2018, assinado pelo ex-presidente Michel Termer, que convocava a 5ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, para novembro desse ano. De acordo com Toninho Costa, os Estados atravessam dificuldades e falta recursos federais para a realização da conferência, adiando o então evento para 2020.

Para Chico D´ângelo, a medida é arbitrária e demonstra insensibilidade do Governo Bolsonaro com as políticas públicas voltadas para as pessoas idosas. “Quando esvaziou o Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa (CNDI), no mês passado, – decreto que estamos trabalhando para revogar -, tirando a participação da sociedade civil, o governo já havia deixado clara a sua disposição ao abandono e ao descaso com os mais de 30 milhões de idosos de todo o país”, declarou.

AscomLid./PDT