Bismarck propõe autorizar compra de remédios controlados sem receita durante estado de calamidade

Bismarck propõe autorizar compra de remédios controlados sem receita durante estado de calamidade

Duas propostas do pedetista Eduardo Bismarck (CE) pretendem auxiliar brasileiros que necessitam de remédios controlados durante o período de isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus. Por meio de um projeto de lei, o deputado propõe permitir a compra, por uma única vez, de medicamentos com prescrição, sem apresentação de receita médica em períodos de calamidade pública.
O parlamentar também apresentou sugestão com o mesmo teor ao Ministério da Saúde. Bismarck argumenta que uma das consequências das limitações à circulação de pessoas é o fechamento de clínicas, de modo a evitar o contato entre paciente e médico. “Apesar de meritórias, tais medida fazem com que pacientes que necessitam de medicamentos controlados não possam continuar seus tratamentos”, destaca.