Câmara mantém veto ao reajuste de servidores do Judiciário

Câmara mantém veto ao reajuste de servidores do Judiciário

A Câmara dos Deputados manteve o veto ao reajuste do Judiciário (PL 7920/14). Para derrubar o veto seriam necessários, 257 votos na Câmara, mas foram registrados 251 votos.

Outros 152 deputados votaram a favor da manutenção do veto. Com o resultado, a matéria não será analisada no Senado.

Segundo o governo, a medida teria impacto financeiro de R$ 27,5 bilhões aos cofres públicos nos próximos quatro anos e, depois disso, mais de R$ 10 bilhões por ano. O Executivo argumenta que a medida é “contrária aos esforços necessários para o equilíbrio fiscal”.

Os manifestantes presentes gritam palavras de ordem contra a manutenção do veto, como “sem reajuste não vai ter eleição”, uma referência a uma possível greve no Judiciário no próximo ano, de eleições municipais.