Seguridade aprova relatório de Flávia Morais a projeto sobre prevenção à superexposição de crianças a dispositivos eletrônicos

Seguridade aprova relatório de Flávia Morais a projeto sobre prevenção à superexposição de crianças a dispositivos eletrônicos

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou nesta quinta-feira (8) relatório da deputada Flávia Morais (PDT-GO) a projeto do ex-deputado pedetista Sérgio Vidigal (ES) que institui a Semana nacional de prevenção aos males causados pelo uso precoce e de longa duração de dispositivos eletrônicos por bebês e crianças (PL 5372/19). Pelo texto, a conscientização deve ocorrer na primeira semana de novembro.

Vidigal, que é médico e hoje prefeito de Serra (ES), argumenta que “a superexposição das crianças aos conteúdos digitais está associada a uma série de problemas, como dificuldades de socialização, ansiedade, violência, sedentarismo, problemas visuais e posturais e lesões de esforço repetitivo”.

Já Flávia Morais afirma que o “tempo de tela” de crianças, que era já considerável antes, aumentou ainda mais durante a pandemia de covid-19, devido à “necessidade de se trabalhar em casa e às crianças terem muito tempo livre”.
No entanto, concorda com Vidigal, que “o uso excessivo de dispositivos eletrônicos sem supervisão de adultos traz muitos males ao desenvolvimento cognitivo dos pequenos, como distúrbios mentais, fobia social, violência, atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem, transtornos do sono, obesidade”.

De acordo com a deputada, a superexposição prolongada a tais dispositivos pode levar até mesmo “a um quadro mais complexo denominado de ‘dependência digital’, comparável à dependência do álcool, drogas ou superalimentação”.