Ponte Rio Envira em Feijó (AC) vai se chamar “Joaquim Machado de Sousa”

Ponte Rio Envira em Feijó (AC) vai se chamar “Joaquim Machado de Sousa”

Os deputados aprovaram, nesta quarta-feira (18), na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, o Projeto de Lei 1901/19, do pedetista Jesus Sérgio (AC), que denomina a ponte sobre o Rio Envira, em Feijó (BR-364), no Acre, de “Joaquim Machado de Souza”.

Joaquim Machado morreu em setembro deste ano aos 84 anos. Considerado um desbravador da região entre Feijó e Tarauacá, foi um comerciante pioneiro e de sucesso. Além de pecuarista, também atuou nos segmentos de cerâmica, terraplanagem, construção civil e outros, sempre com grande destaque e reconhecimento da sociedade.

A partir de 1970 implantou parte do comércio de Feijó, aonde atuou até seus últimos dias. Seus negócios geram mais de 40 empregos diretos. Joaquim Machado também é lembrado por trabalhar na estrada entre Tarauacá e Feijó, arrancando árvores pela raiz com um machado empunhado nas mãos no desafio da integração.

“Reconhecendo a importância da BR-364 para o desenvolvimento da região de Tarauacá/Envira, integrando todo o Estado do Acre, Joaquim Machado trabalhou na rodovia no trecho entre Tarauacá e Feijó, arrancando árvores pela raiz a machado para dar um mínimo de trafegabilidade para a única estrada entre os dois municípios”, justificou Jesus Sérgio.

A proposta foi relatada pelo também pedetista, Eduardo Bismarck (CE), que voto pela constitucionalidade da matéria.

Ascom Lid./PDT