Pompeo de Mattos propõe fim da coligação partidária e defende a cláusula de barreira

Pompeo de Mattos propõe fim da coligação partidária e defende a cláusula de barreira

O deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) declarou, nesta terça-feira (22/08), no Plenário da Câmara, ser contrário coligação partidária partidárias que, segundo ele, é o método responsável pela criação de tantas siglas, que servem apenas para “complicar” o processo político.

Pompeo de Mattos é autor do Projeto de Lei 307/15, que proíbe coligações nas eleições proporcionais. A proposta aguarda parecer na Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania, juntamente com outras duas matérias de igual teor.

De acordo com o parlamentar, o partido que pretende concorrer a vereador, deputado estadual e federal, senador, que o faça sozinho, sem coligação. “Não há nada de puxadinho, nada de enxerto, nada de ir a reboque. Se só isso for feito aqui nesta Casa, na primeira eleição, dos 40 partidos sobram 20, e, na segunda eleição, dos 20 sobram 10, e nós botamos ordem na casa”.

Além do fim das coligações, o deputado também quer a implantação da cláusula de barreira para os partidos. “Quem não atingiu a cláusula de barreira, quem não tem competência — dizia meu pai, que era bolicheiro — não se estabelece”, considerou.