Parceria do Ministério das Comunicações com governo do MS viabiliza expansão da inclusão digital

Parceria do Ministério das Comunicações com governo do MS viabiliza expansão da inclusão digital

O Ministério das Comunicações (MC) firmou, nesta quinta-feira (7/04), convênio com o governo de Mato Grosso do Sul para expandir o projeto Cidades Digitais em mais três cidades: Bonito, Nova Andradina e Nova Alvorada do Sul. A implantação, orçada em R$ 2,2 milhões, contará com investimentos de R$ 400 mil do MC, 1,1 milhão do Estado e R$ 700 mil de emendas destinadas pelo deputado federal Dagoberto Nogueira (MS).

Com a ação integrada, o MC dobra o número de localidades no estado que receberão redes metropolitanas. Em 2013, três cidades na região foram escolhidas para receber a instalação de redes ópticas: Terenos, Sidrolândia e Aquidauana. Elas foram selecionadas no âmbito do PAC 2 e apresentam planos de investimentos estimados em R$ 3,5 milhões, com implantação prevista para 2017.

Segundo o ministro das Comunicações, André Figueiredo, as políticas de universalização da internet seguem avançando de forma qualificada para regiões que apresentam limitações físicas para a chegada da fibra óptica. “O trabalho de integração facilita a chegada de benefícios para alavancar a qualidade de vida dos brasileiros. Com isso, viabilizamos a evolução social e econômica de locais que antes apresentavam barreiras de conexão”, destacou.

Para o deputado Dagoberto Nogueira(MS), André Figueiredo está fazendo uma “revolução” no Ministério das Comunicações. “A agilidade nas demandas acumuladas é uma marca desse deputado, que orgulha o PDT. Aqui no estado, já dialogamos com todos os setores, pois essa é a base do nosso trabalho.  Essa inauguração em Bonito não demorou 60 dias. Isso mostra que é possível ser eficiente na gestão pública a partir da percepção das demandas sendo feitas localmente,”afirmou.

A elaboração do plano de trabalho, que conterá as informações de implantação da infraestrutura, será elaborado com o apoio do setor de engenharia da Secretaria de Inclusão Digital (SID) do MC. A partir dessa definição, o governo local promoverá a licitação para implantação do programa.

O secretário da SID, Américo Tristão, avalia que a abrangência dos programas do MC está sendo acelerada a partir das parcerias com estados e municípios. “O trabalho de integração facilita a chegada de serviços. São milhares de cidades por todo o país que já desfrutam de acesso rápido à rede mundial de comutadores a partir de conexões por cabo ou satélite”, concluiu.

Ascom Lid/PDT com Ascom MC