Integração Nacional debate conectividade na Amazônia e no Nordeste

Integração Nacional debate conectividade na Amazônia e no Nordeste

O programa Nordeste Conectado e o Projeto Amazônia Integrada Sustentável (Pais) são tema de audiência pública da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia nesta terça-feira (17). Autores do pedido de debate, os pedetistas Jesus Sérgio (AC) e Felix Mendonça Júnior (BA), argumentam que essas iniciativas vão reduzir os custos da internet e facilitar o acesso da população a serviços públicos. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi convidado para a discussão.

Conforme explicam, o programa Nordeste Conectado resultado de cooperação entre diferentes órgãos governamentais e irá permitirá o compartilhamento de infraestrutura de fibra ótica em toda a região. Outro objetivo, segundo os deputados, será preparar a rede acadêmica de internet para as próximas décadas e, com isso, reduzir os custos da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Já o Projeto Amazônia Integrada e Sustentável pretende corrigir deficiências próprias da conectividade à internet da região, esclarecem. Dentre os propósitos da iniciativa estariam aumentar a capilaridade da banda larga, sanar instabilidades geradas pelas condições climáticas, e reduzir o gasto com comunicação via satélite. “Para resolver esses problemas, o Pais se propõe a implantar uma rede de telecomunicações por fibra ótica subfluvial”, detalha Mendonça Júnior.

A mudança trará benefícios ao meio-ambiente, à educação, à saúde, e à população ribeirinha, uma vez que permitirá ao Poder Executivo interiorizar diversas políticas públicas, acrescenta o parlamentar.

Convidados:
– diretor da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Nelson Simões;
– secretário de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Vítor Menezes;
– juiz auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça, Bráulio Gabriel Gusmão;
– ministro da Educação, ou representante, Abraham Weintraub.

Plenário 13, às 14 horas.

Ascom Lid./PDT