Frente Parlamentar Mista da Indústria Têxtil é instalada, sob presidência de Eduardo Bismarck

Frente Parlamentar Mista da Indústria Têxtil é instalada, sob presidência de Eduardo Bismarck

A Frente Parlamentar Mista José Alencar para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção para a 57ª Legislatura foi instalada, na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira(25). Seu presidente é o deputado Eduardo Bismarck (PDT-CE), que declarou: “Assumo com muita honra à presidência da Frente, otimista com o trabalho que faremos!”

A frente preconiza um sistema tributário mais justo, com desoneração das exportações, defesa dos empregos, promoção e geração de novos postos de trabalho, reversão do déficit da balança comercial, combate às importações desleais, à competição desigual e agilização da implementação da agenda de competitividade do País. Um aspecto relevante do escopo de atuação do grupo, em linha com os esforços do setor e da Abit e com o contemporâneo conceito de governança ambiental, social e corporativa (ESG), é o viés ecológico, visando à produção mais limpa, desde as matérias-primas até a comercialização final dos produtos.

A indústria têxtil e de confecção brasileira tem faturamento anual de R$190 bilhões, contribui com R$16,5 bilhões em taxas e impostos e emprega formalmente 1,34 milhão de pessoas. Tem destaque no cenário global por seu profissionalismo, criatividade e tecnologia, bem como as dimensões de seu parque empresarial: é a quinta maior do setor do mundo, a segunda produtora de denim e a terceira na fabricação de malhas.

O Brasil produz cerca de oito bilhões anuais em peças de vestuário, sendo referência em beachwear, jeanswear, homewear, moda feminina, masculina, íntima e fitness. A cadeia produtiva é uma das poucas do mundo integrada por todos os elos, desde a produção de fibras naturais, sintéticas e artificiais, passando por tecelagens, até a fabricação de roupas.

Ascom Lid. / PDT com informações de O Anápolis e da assessoria do deputado