“Dia Nacional do Lixo Zero” proposto por Flávia Morais poderá entrar para o calendário nacional

“Dia Nacional do Lixo Zero” proposto por Flávia Morais poderá entrar para o calendário nacional

“Dia Nacional do Lixo Zero” poderá ser celebrado anualmente em 30 de março. Este é o teor do Projeto de Lei PL 1399/23, da deputada pedetista Flávia Morais (GO), aprovado nesta quarta-feira, 20, na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara.

A proposta da deputada tem por objetivo promover padrões de consumo e produção sustentáveis e aumentar a conscientização sobre como as iniciativas de lixo zero contribuem para o avanço da “Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”.

Flávia Morais ressalta que a Assembleia Geral das Nações Unidas, em 14 de dezembro de 2022, reconheceu formalmente a importância das iniciativas de lixo zero e proclamou 30 de março como o Dia Internacional do Lixo Zero, a ser observado anualmente a partir de 2023. Todos os estados-membros, organizações do sistema das Nações Unidas e partes interessadas relevantes são encorajadas a implementar iniciativas de lixo zero em nível local, regional, subnacional e nacional.

A colega de bancada, Duda Salabert (MG), recomendou a aprovação da data, por se configurar um importante instrumento de educação ambiental para resíduos.

“Conscientizar a população sobre o lixo zero é crucial para enfrentar os desafios ambientais globais, como a poluição plástica, a degradação do meio ambiente e as mudanças climáticas. “Ao adotar práticas sustentáveis no dia a dia, as pessoas podem contribuir para a preservação do meio ambiente e a promoção de um planeta mais saudável e equilibrado”, justifica Duda.

Ascom Lid./PDT