Câmara vai debater uso de bebida energética por jovem

Câmara vai debater uso de bebida energética por jovem

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou, nesta quarta-feira (18/11), um requerimento do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), para discutir as consequências do uso de bebida energética pelos jovens. Segundo o parlamentar gaúcho, o consumo de bebidas energéticas, ou energéticos, associado ao uso de álcool tem crescido muito nos últimos anos, causando preocupações entre os profissionais da área da saúde.

O deputado destacou que os energéticos são comercializados com esse nome por apresentar ingredientes como a cafeína, taurina, vitaminas, suplementos de ervas e açúcar ou adoçantes, substâncias utilizadas para melhorar a energia, perda de peso, resistência, desempenho atlético e concentração. “Por isso é importante que se discuta com os estudiosos os impactos que o seu consumo pode levar em relação ao possível aumento do consumo de outras bebidas”.

Foram convidados para o debate representantes do Ministério da Saúde; da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não alcoólicas; e da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas –  SENAD.

Ascom Lid./PDT