Câmara aprova Rodeio Crioulo como manifestação da cultura nacional

Câmara aprova Rodeio Crioulo como manifestação da cultura nacional

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, nesta terça-feira (20/11), o projeto de Lei 3714/15, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), que eleva o Rodeio Crioulo e suas expressões artístico-culturais e campeiras à condição de manifestação da cultura nacional.

Pelo texto aprovado, são consideradas como expressões artístico-culturais: cantos e músicas tradicionalistas gaúchas; poemas e poesias; trovas; declamações; e danças tradicionais gaúchas.

Já as expressões campeiras são representadas por provas de laço; gineteadas; pealo; provas de rédeas; e outras provas típicas da tradição gaúcha, nas quais são avaliadas as qualidades do peão ou da prenda, bem como, o desempenho do cavalo.

Segundo Pompeo de Matos, o rodeio é de suma importância nas tradições gaúchas, como representação cultural campeira, em vista da memória histórica de preservação das suas raízes ligadas a doma e a cavalgada.

O Rodeio Crioulo é da maior importância nas tradições do Rio Grande do Sul, como representação cultural campeira, em vista da memória histórica de preservação das suas raízes ligadas a doma e a cavalgada. “O gaúcho é a entonação apaixonada de liberdade, pois apresenta na sua mais crua manifestação filosófica como o ´ser´ em sua total integração telúrica. Pois o gaúcho é o senhor dos pagos, o místico defensor de nossas fronteiras movediças, a encarnação fidedigna do Martin Fierro dos pampas, o verdadeiro herói que singrou com as ´patas de cavalo´ e a sua coragem a reafirmação do valor de Pátria”.

Ascom Lid./PDT