Bolsistas de universidades federais podem ter que estagiar em escola pública 

Bolsistas de universidades federais podem ter que estagiar em escola pública 

O Projeto de Lei 3.632, de 2015, que obriga beneficiário de bolsa de estudo de programa da União a prestar colaboração a estabelecimento público de educação básica será tema de reunião, na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (7/07). A audiência foi proposta pelo deputado e relator do projeto Sergio Vidigal (PDT-ES).

Foram convidados para discutir o assunto o Secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Jesualdo Pereira Farias, o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, Alessio Costa Lima, o presidente do Conselho Nacional de Secretários da Educação, Eduardo Deschamps, e a presidente da União Nacional dos Estudantes, Carina Vitral.

O projeto estabelece que a duração mínima será de duas horas semanais em escola da rede de educação básica. “A proposta obriga o estudante de graduação de Universidade ou faculdade federal que recebe bolsa de estudo custeada com recursos da União a prestar serviços de divulgação, formação e informação científica e educacional durante o período de duração da bolsa”, explica Vidigal.

No relatório, pela aprovação do projeto, Sergio Vidigal explica que o objetivo da medida é aproximar as escolas de educação básica do mundo da ciência que se desenvolve nas instituições de ensino superior.  “A ideia central do projeto é trazer os beneficiários de bolsas de estudo custeadas com recursos públicos federais para atuarem como divulgadores científicos. Existem ainda outras possibilidades de atuação, como alfabetizadores de adultos, para aqueles estudantes de educação superior não diretamente ligados à iniciação científica”.

Ascom Lid/PDT com Assessoria deputado