André Figueiredo sugere criação do Prêmio Beth Carvalho, de reconhecimento a contribuições à cultura

André Figueiredo sugere criação do Prêmio Beth Carvalho, de reconhecimento a contribuições à cultura

Por sugestão do líder do PDT, André Figueiredo (CE), a Câmara poderá instituir o Prêmio Beth Carvalho, com o objetivo de reconhecer iniciativas relevantes para o desenvolvimento cultural brasileiro. O texto (projeto de resolução 69/19) prevê a concessão a cinco agentes culturais de “medalha de menção honrosa”, a ser entregue em sessão solene anualmente, de preferência na quarta-feira da semana do dia 2 de dezembro, Dia do Samba.

Poderão concorrer projetos de personalidades, grupos ou instituições públicas e privadas nas áreas de cinema, televisão, teatro, dança, música, artes plásticas, literatura, folclore, imprensa cultural, e de defesa e valorização dos patrimônios histórico, arqueológico e artístico nacional. As lideranças partidárias serão responsáveis pelas indicações, que deverão ocorrer até o dia 31 de junho de cada ano.

André Figueiredo lembra que Beth Carvalho, nascida Elizabeth Santos Leal de Carvalho no Rio de Janeiro, em 5 de maio de 1946, tornou-se uma das artistas mais importantes do samba. Cantora e compositora consagrada, revelou talentos como Luiz Carlos da Vila, Jorge Aragão, Zeca Pagodinho, Almir Guineto e Arlindo Cruz. “Com cinquenta anos de carreira e uma discografia de mais de 30 títulos, sempre será reverenciada por protagonizar a luta pelo reconhecimento da cultura como pilar fundamental de uma nação”, afirma o líder pedetista.