A pedido de Fruet, comissão debate Política Nacional de Cidades Inteligentes

A pedido de Fruet, comissão debate Política Nacional de Cidades Inteligentes

Nesta semana, a Comissão de Desenvolvimento Urbano realiza duas audiências púbicas sobre o Projeto de Lei 976/21, que institui a Política Nacional de Cidades Inteligentes. Sugeridos pelo pedetista Gustavo Fruet (PR), relator da proposta no colegiado, os debates ocorrem na quarta-feira (25) e na sexta (27).

Fruet argumenta que o PL 976 “representa um marco nas políticas de estímulo ao desenvolvimento de cidades inteligentes no Brasil”. Segundo afirma, a partir de regras gerais a serem adotadas pelos municípios, o projeto tem “elevado potencial de transformação socioeconômica”.

O deputado sustenta ainda que, em seu relatório sobe o texto, tem o objetivo de melhorar a qualidade dos serviços públicos e da vida dos cidadãos “a partir do desenvolvimento da inovação na prestação de serviços públicos, da sustentabilidade ambiental e da economia baseada no conhecimento”.

– Convidados

– Quarta-feira (25)
– representante do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) Edson Luis Cattoni;
– representante do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) Alexandre Gobbo Fernandes;
– gerente de novos negócios da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Tiago Chagas Faierstein;
– presidente da Federação das Empresas de Tecnologia da Informação (Assespro), Ítalo Nogueira;
– diretor-executivo da Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia (Amobitec), Flávio Marques Prol.

Plenário 14, 10 horas.

– Sexta-feira (27)
– head de políticas públicas do Aplicativo de Transporte e mobilidade Urbana Quicko, Anna Beatriz de Almeida Lima;
– doutora em Economia e membro da Carta Brasileira para Cidades Inteligentes Daniela Swiatek;
– ex-secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte Michel Araújo;
– doutora em Engenharia Elétrica e professora titular da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Keiko Verônica Ono Fonseca.

Plenário 1, às 10 horas.