O cidadão vai poder escolher dois candidatos para o legislativo no mesmo pleito

O cidadão vai poder escolher dois candidatos para o legislativo no mesmo pleito

Flávia Morais (8)

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara analisa o Projeto de Lei 1699/11, da deputada Flávia Morais, do PDT goiano, que altera as regras da lei que estabelece normas ao processo eleitoral (Lei 9.504, de 1997).

Pelo texto proposto, nas eleições para deputados federal e estadual e vereador, o cidadão votará, no mesmo pleito, em dois candidatos, sendo um homem e uma mulher, independentemente de partido ou coligação. Ainda de acordo com a matéria, as eleições deverão ocorrer simultaneamente.

Com esta iniciativa, Flávia Morais pretende fazer cumprir o disposto na Constituição Federal de 1988, que estabelece o princípio da isonomia entre homens e mulheres. “A questão da igualdade ainda não foi resolvida, pois percebemos que ainda existe grande preconceito sobre a mulher, seja no trabalho, onde mulheres com as mesmas qualificações dos homens são designadas para tarefas pouco relevantes, ou, se desenvolvem o mesmo trabalho do homem, ganham bem menos, na sociedade, e principalmente na vida política”.

Ainda para a parlamentar, o projeto corrige lacuna legal quanto à carência de representação feminina nos poderes legislativos. “O eleitor votando em dois candidatos com gênero diferente aumentará muito a probabilidade de conseguirmos tornar a representação do legislativo brasileiro mais condizente com a realidade de nossa sociedade”, afirma.

Relator da proposta na comissão, o também pedetista, deputado Félix Mendonça Júnior (BA), apresentou parecer voto favorável à medida.

Ascom Lid./PDT